quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Menor Aprendiz

Vagas de emprego para menor aprendiz



A Constituição Federal de 1988 prevê que não é permitido qualquer trabalho para os adolescentes menores de 16 anos, mas faz uma ressalva, permitindo o trabalho a partir dos 14 anos, desde que seja na condição de jovem aprendiz. A previsão constitucional foi regulamentada em 19 de dezembro de 2000, pela lei 10.097. Desde então surgiu um novo topo de contrato, o de aprendizagem, que difere do contrato normal de trabalho. No contrato de aprendizagem o empregador irá se comprometer com a formação técnico-profissional do jovem contratado, de modo que, nas atividades realizadas no ambiente profissional, ele dever ter respeitados seu desenvolvimento psicológico, moral e físico.


A legislação prevê ainda que o programa jovem aprendiz tem a função de permitir que os jovens venham a se capacitar profissionalmente, participando dos programas empresariais de aprendizagem. Para garantir que as habilidades dos aprendizes, tanto profissionais quanto pessoais, sejam desenvolvidas no ambiente laboral, a legislação prevê que empreendimentos de qualquer natureza devem empregar, obrigatoriamente, entre 5% e 10% de jovens trabalhadores, na condição de aprendizes. Uma das grandes vantagens desse tipo de trabalho é a possibilidade de ser submetido a uma carga horária diária que não pode ultrapassar seis horas.


Das vagas e oportunidades de emprego para jovens aprendizes

Os interessados em trabalhar como jovens aprendizes devem estar atentos, pois o número de vagas existentes para esse nicho profissional é muito grande. Há oportunidades principalmente para aqueles estudantes que ainda frequentam o ensino médio. Entretanto, todos aqueles que tenham entre 16 e 24 anos podem concorrer as vagas de aprendiz, bastando para tanto inscrever-se para concorrer as vagas.

Atualmente muitas empresas têm oferecido diversas oportunidades e vagas para jovens aprendizes. Dentre as principais oportunidades é possível destacar as existentes na rede bancária, nos órgãos públicos em geral e em diversas áreas do comércio. As áreas industriais também são ótimas para os jovens aprendizes, possuindo programas bem organizados de aperfeiçoamento.


Como se inscrever para vagas de jovem aprendiz

Na internet há diversos sites que são especializados em buscar vagas de emprego para pessoas que estão a procura. No caso das vagas para jovem aprendiz, um dos sites que possuem um maior cadastro de vagas é o https://www.vagas.com.br/vagas-de-jovem-aprendiz?. Além dele, os interessados também podem encontrar vagas acessando o endereço http://www.indeed.com.br/empregos?q=jovem+aprendiz&l=Rio+de+Janeiro%2C+RJ ou o endereço http://www.catho.com.br/vagas/?State=resultado&tipoBusca=palavra_chave&perfil_id=1&q=jovem+aprendiz&pais_id=31&where_search=1&how_search=2&faixa_sal_id=-1&faixa_sal_id_combinar=1&inputDate=-1. Por fim, mas não menos importante, e também com uma grande quantidade de vagas está o http://www.sine.com.br/vagas-empregos/aprendiz.



Currículo


Em todos estes endereços eletrônicos o interessado pode encontrar diversas vagas para trabalhar como menor aprendiz. Para concorrer às oportunidades é preciso realizar um cadastro e encaminhar seu currículo para os recrutadores das empresas. Obviamente que o currículo de um jovem não tem tantas informações de experiências como o de uma pessoa experiente, por isso invista em deixar claras as informações pessoais. É importante também analisar com cuidado as vagas, pois o foco do trabalho nesses casos é mais a aprendizagem que o trabalho em si. O estudante precisa trabalhar, mas o mais importante é adquirir conhecimento.