segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Concurso IBGE: 82.050 vagas para nível fundamental, médio e superior

Muito em breve será divulgado uma ótima oportunidade. De acordo com Projeto de Lei de Orçamentária Anual (PLOA) estão previstas nada menos que 82.050 vagas de nível fundamental, médio e superior para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aprovado no certame irá atuar no Censo Agropecuário para fazer jus a salários de até R$7mil.




“Arrecadação do valor das inscrições a serem pagas pelos candidatos para o Processo Seletivo Simplificado para atender ao projeto Censo Agropecuário 2017 visando o preenchimento de 82.050 vagas para os seguintes cargos: Analista Censitário – AC (250), Agente Censitário Regional – ACR (486), Agente Censitário Administrativo – ACA (700), Agente Censitário Municipal – ACM (5.500), Agente Censitário Supervisor – ACS (12.540), Agente Censitário de Informática – ACI (174) e Recenseador – REC (62.400)”, diz o projeto.

O Censo

O Censo Agropecuário não é realizado desde 2006. O objetivo é fazer o levantamento de informações sobre estabelecimentos agropecuários, florestais e/ou aquícolas de todos os municípios de um país, além de atualizar dados de censos anteriores, fornecer informações sobre aspectos econômicos, sociais e ambientais da atividade agropecuária.

O concurso

O concurso chegou a ser divulgado em 2016, mas acabou sendo cancelado e taxa de inscrições pagas devolvidas. A organização foi da Fundação Cesgranrio.


Os salários de agentes censitários podem chegar a R$ 2.018, e, para recenseadores, podem chegar a R$ 3 mil, pois a remuneração varia de acordo com o número de pessoas e domicílios pesquisados. Os selecionados devem ser contratados pelo IBGE por um ano, com possibilidade de prorrogação, até três, tendo direito a 13º e férias, além de auxílio-alimentação, de R$ 458. O período de contrato será confirmado com a divulgação do edital.

O último certame para agentes municipal, supervisor e de Informática ocorreu em 2009.


Na época, o salário foi de R$760 para agente administrativo, R$900 para o supervisor e de informática, de R$1.150 para o municipal e de R$1.600 para o regional. À época, foram oferecidas 33.012 vagas. Por fim, o processo seletivo de recenseador ocorreu em 2010, quando foram oferecidas 191.972 vagas. A exigência também foi o nível fundamental completo.

Fonte: Notícia Concursos